fbpx
extrato auxílio maternidade

Como saber se você ainda está na Carência do INSS para receber Salário Maternidade.

Com certeza, essa é a pergunta que a nossa assessoria mais responde em todos os nossos canais de atendimento Brasil afora. E nós já atendemos milhares de mamães por todo Brasil, e os nossos advogados conquistaram direitos pra várias famílias junto ao INSS, da forma mais rápida possível, porque os nossos processos são todos feitos via Online!

Muitas mães querem receber o benefício do Auxílio Maternidade, mas algumas delas não sabem que já precisam ter trabalhado de carteira assinada, por exemplo, e precisam preencher os requisitos de carência junto ao INSS. Há exceções para os microempreendedores individuais (MEI).

É justamente com isso que a nossa Assessoria vai te Ajudar, nós vamos fazer todas as análises pra saber se você está no período de carência. E se você tem o direito de Receber o Salário Maternidade. Nós te ajudamos a reunir toda a documentação necessária para garantir que o seu requerimento será deferido junto ao INSS.

Qual é a Carência para Receber o Salário Maternidade (INSS)?

O Salário-Maternidade é um benefício pago para as seguradas em caso de nascimento de um filho, adoção ou guarda judicial para adoção e aborto espontâneo. Para esse benefício é exigido um período de 10 meses de carência
Quais são as duas situações em que a mãe desempregada terá direito ao benefício?
Como dito anteriormente, existem dois casos em que as mães desempregadas têm direito de receber o benefício, são eles:


• Quando a mãe saiu da empresa estando grávida – neste caso a mãe terá direito a receber o auxílio/salário maternidade através da Previdência Social se tiver sido demitida por justa causa ou tenha pedido demissão do emprego.

Vale lembrar, que se ela tiver sido demitida sem justa causa, a empresa será a responsável por pagar o salário maternidade para esta mãe. E pode até mesmo ingressar com uma ação trabalhista para requerer o seu benefício de forma indenizada.

• Quando a mulher não estava grávida quando saiu do seu trabalho – ela terá direito de receber o benefício pago pela Previdência Social desde que ela tenha trabalhado pelo menos 1 dia com carteira assinada entre a data de desligamento da empresa e 14 meses e 15 dias antes da data de nascimento da criança.

Caso a mãe tenha recebido o seguro desemprego, esse prazo sobe de 14 meses e 15 dias para 26 meses.


Importante: Você terá direito de fazer a solicitação do auxílio maternidade, no prazo máximo de 5 anos após o nascimento do bebê, mas lembre-se, isso deve ser feito antes da criança completar 5 anos.


Anote a lista de documentos necessários

• Documento de identificação com foto e o número do CPF
• Certidão de Nascimento do bebê
• Carteira de trabalho
• Carnês e outros comprovantes de pagamento do INSS
Se você se enquadra em uma dessas situações

ASSESSORIA JURÍDICA ESPECIALIZADA DIREITO MATERNO

É muito importante que os seus dados e os seus documentos sejam analisados por um grupo de Assessoria Especializada assim como a Direito Materno, que possui um corpo jurídico próprio, com advogados especialistas em Direito Previdenciário, todos devidamente habilitados junto a OAB.
Os nossos Advogados vão Saber analisar os documentos para afirmar que você preenche todos os requisitos junto ao INSS para receber o auxílio maternidade, e dessa forma, a gente consegue garantir que o seu pedido de salário maternidade junto ao INSS não seja sumariamente indeferido.

Gostou do artigo? Compartilhe com suas amigas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *